- Dicas GP - http://dicasgp.pmtech.com.br -

O valor da certificação PMP® – Project Management Professional

certificacao_pmp_150_168O Project Management Institute (PMI®) é a principal organização mundial no que se refere a Gerenciamento de Projetos, fazendo um extraordinário trabalho no avanço da ciência e aplicação das modernas técnicas de gerenciamento de projetos, programas e portfólio. Visando auxiliar a garantir os mais altos padrões profissionais e éticos na comunidade de Profissionais de Gerenciamento de Projetos o PMI possui uma série de credenciais, dentre as quais se destaca a certificação Project Management Professional (PMP®).

Para entender a importância da credencial PMP é necessário que recordemos um pouco da história do Gerenciamento de Projetos moderno. O Gerenciamento de Projetos é descrito por muitos como a “ciência de conseguirmos obter os resultados”. No mundo orientado a negócios e mudanças rápidas que vivemos hoje, criamos padrões, técnicas e ferramentas de Gerenciamento de Projetos de modo a “obter os resultados”, de um modo rápido e eficiente.

A ciência do gerenciamento de projetos moderno tem evoluído desde a Segunda Guerra Mundial. O Projeto Manhattan, visando construir a bomba atômica nos anos 1940s, é considerado marco do nascimento do gerenciamento de projetos moderno. Para completar com sucesso este projeto os cérebros por detrás deste esforço criaram novos métodos de planejar, executar e controlar, superando o desconhecido e imensos problemas logísticos. Muitos destes conceitos nós usamos hoje em Gerenciamento de Projetos.

Desde então a moderna ciência do gerenciamento de projetos tem evoluído. A NASA, o Departamento de Defesa norte-americano, organizações públicas europeias foram algumas entidades que contribuíram para esse desenvolvimento. Em 1969 o PMI foi estabelecido para criar os padrões, avançar a ciência e promover a responsabilidade profissional no gerenciamento de projetos. Em 1984 os primeiros gerentes de projeto credenciaram-se PMPs e em 1987, o PMI publicou o primeiro conjunto de padrões em Gerenciamento de Projetos, chamado The Project Management Body of Knowledge (PMBOK® Guide). Este guia foi atualizado em 1996, 2000, 2004, 2008 e PMBOK® Guide Quinta Edição foi lançado em 2013, já tendo sido traduzido em 10 línguas, inclusive o Português Brasileiro. Assim nós temos uma linguagem comum (e de abrangência mundial) no que diz respeito a Gerenciamento de Projetos.

O PMI estima que existam mais de 20 milhões de profissionais atuando em Gerenciamento de Projetos ao redor do mundo. Destes, mais de 430.000 são filiados ao PMI, oriundos de 193 países e mais de 600.000 já são PMPs, segundo dados de dezembro de 2013. Ou seja, apesar de ser um número respeitável, é baixo o percentual dos profissionais da área que participam ativamente das atividades do instituto. No Brasil existem cerca de 13.000 filiados e cerca de 15.000 PMPs. Assim, nos próximos anos ainda haverá um amplo campo de crescimento para a profissão.

Isto significa que é crescente a demanda por profissionais credenciados em gerenciamento de projetos que possam liderar as organizações Brasileiras e mundiais em uma nova era de Gerenciamento de Projetos. No Brasil, atualmente, a demanda por estes profissionais é muitas vezes maior que o número de profissionais disponível, ou seja, para cada 3 vagas abertas buscando PMPs somente uma consegue ser suprida pelo profissional certificado, enquanto os outros empregadores têm de se contentar com profissionais aptos, porém não certificados. A oitava edição da pesquisa salarial conduzida pelo PMI (PMI Project Management Salary Survey. Pennsylvania: PMI, 2013) indica que os Gerentes de Projeto PMPs percebem um salário cerca de 19% maior do que aqueles não certificados. Dentre os maiores empregadores brasileiros de profissionais certificados são dignos de nota a Petrobrás e a IBM.

Estudos como o CHAOS Manifesto (Standish Group, 2013) indicam que somente cerca de 39% dos projetos mundiais são bem sucedidos ao cumprir o orçamento, cronograma e qualidade planejados. Entretanto, os mesmos estudos indicam uma taxa de sucesso acima de 75% para projetos que empregam os conceitos modernos de Gerenciamento de Projetos. Esses fatos compõem as forças por detrás do enorme interesse em técnicas modernas de Gerenciamento de Projetos.

Assim, muitos Gerentes de Projeto, especialmente aqueles que não planejaram com antecedência atuar nesse papel, estão voltando à escola para adquirir novas habilidades para melhor desempenhar suas responsabilidade, visando melhorar sua empregabilidade ou avançar em sua organização atual. E muitas empresas estão pagando estes estudos avançados, pois começaram a ver que o treinamento formal combinado com experiência prática é um investimento que se paga a longo prazo.

Muitas iniciativas ligadas a gerenciamento têm surgido nos anos recentes. Qualidade Total, Just-in-Time, Melhorias Contínuas, Corrente Críticas, etc. – todas essas ferramentas são valiosas, porém endereçam somente áreas específicas. Após algum tempo, sua importância dentro de um panorama maior desaparece. Gerenciamento de Projetos é o tópico “quente” hoje. Porém Gerenciamento de Projetos tende a crescer e se fortalecer, uma vez que suas técnicas funcionam para projetos de pequeno porte em uma empresa de “fundo-de-quintal” ou para conglomerados multinacionais, incorporando todo o aprendizado do passado e outras especialidades da administração e qualidade e possibilitando sua utilização integrada. A maioria dos especialistas garante que o Gerenciamento de Projetos veio para ficar por muitos anos e tem um grande futuro.

Mauro Sotille

Mauro Sotille possui certificação PMP - Project Management Professional (desde 1998) e PMI-RMP (Risk Management Professional). Membro do PMI Chapter Member Advisory Group (CMAG), foi Mentor do PMI para o Brasil, Presidente do PMI-RS e membro da equipe que desenvolveu o Guia PMBOK® . Tem treinado profissionais e acompanhado organizações na implantação de cultura corporativa de projetos. Autor de livros sobre gerenciamento de projetos e professor convidado da Fundação Getúlio Vargas (FGV), já ministrou mais de 160 cursos de preparação para certificação PMP e CAPM que proporcionaram a aprovação de centenas de alunos. É Diretor da PM Tech, onde orienta profissionais na capacitação em Gerenciamento de Projetos.

Siga-me: TwitterFacebookLinkedInPinterestGoogle Plus