- Dicas GP - http://dicasgp.pmtech.com.br -

O que é flutuação BIPERT?

[1]Uma pergunta tem caído no exame PMP, sobre um tema que praticamente ninguém ouviu falar: BIPERT Float (Flutuação BIPERT). Mas, afinal, o que é BIPERT?

A primeira resposta é que BIPERT seria simplesmente um erro tipográfico no exame. Posteriormente, começamos a receber relatos que realmente existiria uma flutuação BIPERT e que isto estaria caindo no exame.

Um aluno que fez o exame viu esta questão. Foi apresentado um diagrama de rede (PDM – atividade no nó), com aproximadamente 25 atividades e se solicitou encontrar uma atividade BIPERT!!! Outro aluno fez a prova e caiu a mesma questão: Um diagrama atividade-no-nó perguntando qual dos 4 nodos tinha uma “flutuação BIPERT”.

Assim começou uma procura louca, a nível mundial, nos inúmeros fóruns de debate, sobre o que seria a flutuação BIPERT.

Vejam o desalento do Andrew Stellman, autor dos livros “Head First” (muito bons, por sinal (http://www.amazon.com/Head-First-PMP-Brain-Friendly-Professional/dp/0596102348 [2] ):

 “I looked through the various project management textbooks that I have, and I couldn’t find a single reference to anything called “bipert”. It doesn’t appear anywhere in the PMBOK(r) Guide. There’s nothing about it in Wikipedia.  It may be an important project management concept that none of us have heard of. If so, I’m not sure how to learn about it.  (Every PMP exam has 25 questions that don’t count towards the score — they’re experimental questions used by PMI to gauge the exam. I wonder if the bipert question was one of these. I suspect that if you see bipert on the exam, there’s a good chance that particular question won’t count towards your score… but that is just a guess on my part.) I have no idea how you’d apply that to project management, and I’m surprised it ended up in a question on the PMP exam. If I were taking the exam today and had to know about BIPERT, I’d get that question wrong.”

 O que é Flutuação BIPERT?

A resposta certa parece ser que seria a de indicar a atividade com links em ambas as direções.

Até agora há somente um artigo, entitulado  “Workload Modeling for Parallel Processing Systems [3]” (escrito em 1995 por Gabriele Kotsis para sua tese de Doutorado – Universidade de Viena), com referências a BIPERT. A referência a BIPERT pode ser encontrada somente na bibliográfica da tese de 201 páginas. Isto é o que está escrito:

 “BIBLIOGRAPHY

P. H. Cubaud. “Evaluation of Parallel Programs Completion Time using Bilogic PERT Networks.” Tech. Rep. 91-7, EHEI, Ecole des Hautes Etudes en Informatique, 45, rue des Saints-Peres, 75006 Paris France, September 1991. In this article a bilogic extension of PERT networks (called BIPERT) is proposed as a suitable model for parallel programs. An example of modeling a parallel wave equation algorithm using GERT networks described in SLAM can be found in [Sinz 93] In [Cuba 91] a bilogic extension of PERT networks (called BIPERT) is proposed as a suitable model for parallel programs. In a BIPERT network, ingoing and outgoing links may either be inclusive (IN) or exclusive (EX), thus allowing to represent amongst parallelism also conditional branches and alternative parallelism, but also dead ends (if a node spawns several inclusive outgoing links, which are collected later on in an exclusive ingoing). Graphs containing such dead constructs are prohibited and called unlegal. A network where all nodes are IN/IN or EX/EX types, belongs to the class of series_parallel graphs, where exact analytic solution techniques are feasible. All other networks are to be solved using simulation or approximation techniques.

Tradução da parte que nos interessa:

“Em uma rede BIPERT, os links de entrada (ingoing) e saída (outgoing) podem ser inclusivos ou exclusivos, desse modo permitindo a representação de paralelismo e de ramos condicionais….”; ou seja, BIPERT é um tipo de PERT booleano: verdadeiro/falso: vai acontecer ou não este evento. Assim seria muito difícil calcular a solução analítica exata.

As questões que começaram então a ser feitas:

 Resposta: Mistério. Um termo obscuro e não utilizado, que não está no PMBOK.

 Resposta: Não sabemos

 Resposta: BIPERT não é uma técnica de análise de diagrama de rede e, de qualquer modo, está ultrapassado devido ao uso de ferramentas e técnicas mais modernas de simulação.

 Resposta: Este tópico não está no Guia PMBOK® 4a Edição. PERT somente é referenciado no que diz respeito às estimativas de 3 pontos.

Nós (e o mundo), vamos continuar procurando pela resposta correta: Por enquanto a mais certa parece que seria a de indicar a atividade com links em ambas as direções.

Mauro Sotille [4]

Mauro Sotille possui certificação PMP - Project Management Professional (desde 1998) e PMI-RMP (Risk Management Professional). Membro do PMI Chapter Member Advisory Group (CMAG), foi Mentor do PMI para o Brasil, Presidente do PMI-RS e membro da equipe que desenvolveu o Guia PMBOK® . Tem treinado profissionais e acompanhado organizações na implantação de cultura corporativa de projetos. Autor de livros sobre gerenciamento de projetos e professor convidado da Fundação Getúlio Vargas (FGV), já ministrou mais de 160 cursos de preparação para certificação PMP e CAPM que proporcionaram a aprovação de centenas de alunos. É Diretor da PM Tech, onde orienta profissionais na capacitação em Gerenciamento de Projetos.

Siga-me: Twitter [5]Facebook [6]LinkedIn [7]Pinterest [8]Google Plus [9]